Todos os dias procuramos pelo amor de Deus sem saber que a maior quantia desse amor foi depositada em nós mesmos.
Procurar esse amor em coisas do mundo é o mesmo que procurar uma agulha em palheiro. Tolice!
Muitas vezes, queremos amar Jesus sem conhecê-lo, e isso é praticamente impossível.
Perguntamos para Deus porque Ele não nos escuta quando o chamamos nas aflições, mas nas alegrias esquecemos-nos de agradecê-lo pela graça recebida.
“Tu colhes o que plantas...”.
Plante Ele em seu coração e não se esqueça de regá-lo todos os dias com o Santo Terço ou apenas numa conversa diária contando como foi o seu dia.
Ah! Ele também gosta e precisa de sol, então comungue Jesus todos os domingos na Santa Missa, o próprio sol, a própria luz do mundo.
A terra precisa de adubo, para ser sempre fértil. Adube seu coração sempre que puder com grupos de orações e liturgias diárias. Caridade também vale!
Com o passar do tempo, quando você menos esperar Ele virá florescer em seu coração e você será flor na vida de muitas pessoas e principalmente no jardim do Senhor.
Deus está com você; cuide-se, preserve-se, ame-se!